quinta-feira, 19 de abril de 2007

Gay men at gym: A case of decency


Uma das coisas que mais me agrada num ginásio é a possibilidade de expandir toda a minha adrenalina acumulada numa semana de trabalho. Há, no entanto, um certo tabu. Diria até um certo silêncio que me incomoda nos ginásios. Nota-se em determinadas pessoas o olhar de busca por corpo. Confesso: faz-me confusão. Uma coisa é sexo - E garanto-vos que não haverá coisa que goste mais de fazer - Outra coisa é predação. E ainda que não se fale, todos nós sabemos que é no ginásio onde se encontra a grande maioria destas pessoas. Concerteza que os outros se encontram ou no gaydar ou no irc ou ainda na praia 19 (no que diz respeito à comunidade lgbt). Tudo isto para vos dizer que quer entre gays, quer entre heteros, há sempre uns depravados que não param de olhar para os outros. No caso dos hetero, parece-me que são as mulheres as mais afectadas com este problema. E no nosso caso, seremos nós, sem dúvida, novos, que ao olho de outros nos tornamos apetecíveis. (E não falo no meu caso, lol) Também não vos digo que sou um anjo, porque não sou. Claro que um rapaz bonito me faz olhar; claro que uma rapariga para mim especial (espécie rara) também me faz olhar. Mas não fico a olhar constantemente. E muito menos a passear-me pelos balneários nu, enquanto lavo os dentes, me penteio, enquanto faço trinta-por-uma-linha e me ponho a falar com outros homens que desconheço, também nus!
É como vos digo, nos ginásios é preciso ter-se decência. E falo tanto quanto à higiente, como à consciência q.b. no que diz respeito à nudicidade. Por último, resta-me dizer que, apesar de existir uma grande frequência de homossexuais nos ginásios, que também existem heteros. E estes (geralmente com o que eu chamaria de obsessão pelo corpo), que se andam a mostrar, de um lado para o outro, de piloca a-dar-que-dar, enquanto dão palmadinhas no rabo e nas costas do amigo que, por acaso, também está nu, é, em primeiro caso, o primeiro apreciador de corpos masculinos. Até porque a maioria dos gays tenta ser discreto.

Dito isto: não nos culpem a nós, gays/bis, por indecência! Olhem antes para o vosso umbigo(hetero) e pensem no que rodeia o vosso mundo, porque nós somos tão ou mais humanos do que vocês, e porque nós somos tão bons ou melhores no que diz respeito a decência.

Tenho dito!

1 comentário:

Lover disse...

Olá, passo pra te agradecer e para comentar o teu texto... Conheci o teu blog ontem, mas continuo a adorar aquilo que escreves. Bem, eu tenho bem a experiência disso. Não no ginásio, mas na piscina. Eu e o meu amor costumamos ir a uma e já apreciamos um suposto hetero a olhar com aquilo que descrevo como: desejo! Seria? Não te sei dizer, mas podes crer que anda muita gente ali para simplesmente ver aquilo que nunca teve coragem de assumir que gosta. Infelizmente, assim anda o ser humano... Abraçao grande! Depois passa pelo meu, gostaria de saber a tua opinião acerca da amizade. Quando tiveres tempo, abraço forte!